quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Acidente que matou presidente de Câmara foi provocado por excesso de velocidade e manobra errada

O laudo que comprova as causas do acidente que acabou matando o presidente da Câmara de Vereadores da cidade de Sapé, Johni Rocha, foi divulgado pelo Instituto de Polícia Científica (IPC). De acordo com a análise pericial, o acidente que aconteceu em 21 de setembro foi ocasionado por erros dos dois motoristas, tanto o do caminhão quanto o do carro pequeno.

O excesso de velocidade que estava sendo empreendido por Johni Rocha em seu carro e um erro de manobra do motorista do caminhão provocaram um acidente. Por meio de exames, foi constatado que o carro de Johni Rocha estava trafegando a 180 km/h, sendo que a velocidade máxima permitida na região é de 100 km/h.

A colisão dos dois veículos foi registrada no trecho da BR-230 no sentido de João Pessoa a Campina Grande. O caminhão fazia um contorno na rodovia e invadiu completamente a pista no sentido contrário, quando deveria ter esperado no acostamento.

O carro de Johni acabou sendo interceptado pelo caminhão. Como estava trafegando em alta velocidade, Johni não conseguiu parar a tempo de evitar a colisão. O vereador de Sapé acabou falecendo no local do acidente.





Fonte clickpb


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...