segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Homem diz que matou idosa e feriu esposa e sogra após vítimas o irritarem, na PB

O homem de 34 anos suspeito de matar uma idosa a facadas e deixar outras duas mulheres feridas em Areial, no Agreste paraibano, disse a polícia que feriu as vítimas porque elas o irritaram. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Lamartine Lacerda, o suspeito teria decidido com frieza e calculismo agredir a esposa, a sogra e a avó da companheira.

Josiano Santos Oliveira, de 34 anos, foi preso na noite do sábado (23) suspeito de cometer o crime em uma casa no Centro da cidade. A Polícia Militar, que foi acionada no momento em que ele estava trancado no local com as vítimas, fez a prisão em flagrante. As três mulheres feridas foram socorridas e levadas pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. Maria Alves Cordeiro, de 78 anos, avó da esposa do suspeito, não resistiu e morreu na unidade.

Segundo o delegado, quando a polícia chegou ao local o suspeito estava "absolutamente sereno", na sala da casa, ainda com a faca na mão. A polícia conseguiu desarmar o homem e prendê-lo. Em seguida ele foi encaminhado para a delegacia da cidade.

No dia do crime, a PM havia informado que, segundo testemunhas, o homem teria surtado. Porém, de acordo com o delegado, o suspeito não apresentou nenhum distúrbio. “Ele estava absolutamente articulado, compenetrado no que fazia e simplesmente resolveu matar essas vítimas”, disse.

O delegado informou ainda que o homem teria utilizado uma faca de açougue para ferir as três mulheres. “O suspeito desferiu diversos golpes nas três vítimas e, em hipótese alguma, ele estava bêbado, ele não apresentou nenhum sinal de ingestão de bebida alcoólica, nem de qualquer outra droga”, afirmou.

Na delegacia, o suspeito preferiu ficar em silêncio. “Mas, por uma curiosidade minha, eu o indaguei da motivação e ele disse apenas que as vítima teriam o irritado demais”, relatou Lamartine Lacerda.

Ainda segundo o delegado, no momento do crime a filha do suspeito conseguiu fugir da residência e pedir ajuda aos vizinhos, que acionou a polícia ao local. “Na tentativa desesperada de salvar as próprias vidas, as três vítimas se trancaram no banheiro da residência e ficaram no local até a chegada da Polícia Militar que, em seguida acionou o Samu para socorrê-las”.

Na manhã desta segunda-feira (25), o hospital informou que a sogra do suspeito, Marinete Cordeiro, de 55 anos, que seguia internada na unidade de saúde, recebeu alta no domingo (25). Segundo a polícia, o suspeito permanecia detido na delegacia de Areial aguardando audiência de custódia. Ele deve responder por homicídio e por dupla tentativa de homicídio.

Vítimas esfaqueadas na noite do sábado
De acordo com a polícia, o suspeito, que era comerciante em Areial, matou a avó da esposa e deixou a mulher e a sogra feridas em uma casa no Centro da cidade. A Polícia Militar foi acionada no momento em que o suspeito estava trancado dentro da casa com as vítimas e efetuou a prisão em flagrante.

As três mulheres feridas, Cíntia Cordeiro Sampaio, 35 anos, esposa de Josiano; Marinete Cordeiro Sampaio, 58 anos, sogra do suspeito; e Maria Alves Correia, 78 anos, aposentada e avó de Cíntia foram socorridas e levadas pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande.

Segundo informações da assessoria do Hospital de Trauma de Campina Grande, Maria Alves Cordeiro não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. Cíntia Cordeiro, esposa do suspeito, recebeu alta ainda na noite do sábado (23) e Marinete Cordeiro, no domingo.







Fonte


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...