Instituto paraibano realiza encontro e mostra desejo de transformar pela educação.

O Instituto Biu Batista, sediado na cidade de Catingueira, na Paraíba, realizou encontro para apresentação do Projeto Anjo da Escola. Esse é um projeto realizado em parceria com o Instituto Tecnológico de Empreendedorismo e Inovação (ITEI), utilizando a plataforma digital do Projeto Brasil Aprender.

O encontro ocorreu na última quinta feira, 06/06/2019, no salão paroquial da Igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no bairro de Frei Damião, na cidade de Patos, estado da Paraíba.

A convidada especial foi a escola CIEP (Centro Integrado de Educação Patos), localizada nos arredores do salão paroquial.
Estiveram presentes professores, pais e alunos da unidade escolar, recepcionados pela diretoria do IBB.

A temática apresentada girou em torno da inclusão digital na escola.

Com o apoio da Professora Patrícia Ricarda, diretora da unidade escolar, alunos das turmas de 5° e 9° anos do turno matutino participaram, experimentalmente, de uma avaliação diagnóstica, em Língua portuguesa.

Essa foi a primeira vez em que os referidos alunos utilizaram um ambiente virtual para realização de uma prova básica curricular.

Com essa iniciativa o IBB pretende reunir no palco do aprendizado os três atores principais, o aluno, a escola e a família. O Projeto Anjo da Escola segue as diretrizes estabelecidas pela Assembléia Geral das Nações Unidas (ONU), através dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O objetivo de n° 4 propõe uma educação de qualidade e a plataforma do Brasil Aprender, auxilia no alcance dessa meta, oferecendo ao professor e aluno um arsenal de conteúdo associado a uma dinâmica de incentivo com o uso de Cryptomoeda e entrega de bônus diversos.

O objetivo de n° 17 propõe a busca por parcerias e meios de implementação. E foi exatamente essa a meta pretendida pelo IBB ao convidar a escola CIEP para ser a pioneira do estado na utilização de toda essa tecnologia em sala de aula.

É oportuno registrar que o Projeto Anjo da Escola, oferece toda essa inovação tecnológica sem custo algum ao município, nem a escola e tampouco aos alunos.

Resta portanto, aguardarmos o posicionamento da direção da unidade escolar, em relação ao início da implementação do projeto.





Fonte Da assessoria


Tecnologia do Blogger.