Ex-PRF é condenado a 21 anos de prisão por matar vizinho

O ex-policial rodoviário federal, Mozart Ribeiro, foi condenado a 21 anos de prisão em regime fechado pela morte do empresário Osvaldo Neiva Filho, de 75 anos, em dezembro de 2013, em João Pessoa.

O júri popular aconteceu nessa quarta-feira (29), no Fórum Criminal da capital. A sessão durou 12 horas e foi presidida pela juíza titula da unidade judiciária, Francilucy Rejane de Sousa Mota. O júri entendeu que Mozart Ribeiro matou o empresário Osvaldo Neiva após uma discussão banal.

Conforme a decisão dos jurados, não foi concedido o direito do acusado responder em liberdade e ele deve permanecer preso.

A defesa do empresário informou que irá recorrer da decisão.







Fonte MaisPB


Tecnologia do Blogger.